quinta-feira, 22 de julho de 2010

Vamos resgatar um ser humano e seus animais‏


Rogério é um morador de rua que vive numa carroça coberta com 10 cães, entre eles, espancados pelos antigos donos, jogados pela janela do caminhão,doentes abandonados amarrados em poste.
O Rogério é conhecido antigo da maioria das pessoas envolvidas com proteção animal que conhecem seu caráter e amor pelos animais.Os cães são muito bem tratados, mas dependem do amor e tratamento que o Rogério tem pelos cães.
Ele fica próximo ao pontos de ônibus na avenida George Corbisier, após a rua Jequitibás(região do Jabaquara), os cães não atrapalham ninguém, são super educados(todos castrado(a)s) e passam boa parte do dia dentro da carroça.Ele é muito querido pelos comerciantes da região, o problema é durante amadrugada, bêbados no volante, e garotos usuários de droga, temsido uma constante ameaça.
Ele já foi espancado por jovens drogados e chegaram a jogar álcool enquanto ele dormia
com os cães dentro da carroça.
Por sorte não tiveram tempo de acender o fósforo, um dos cães alarmou.O Rogério é um exemplo de como uma pessoa pode se doar, alguém que na condição delepoderia ter escolhido outros caminhos, mas não, além de ser uma pessoa demuito valor, faz caridade pra deixar muita gente no chinelo. Ele grandificaos lugares por onde passa, porém ele já está cansado e não é mais tão jovemassim. São muitas as agressões que ele e os cachorros vêm sofrendo, que vão desdeassalto, espancamento, esfaqueamento, atropelamento, enfim, é muitosofrimento pra alguém que luta tanto, todos conhecem ele, tanto que naúltima vez que uma turma veio bater nele porque queriam roubar suas coisas,o dono do bar em frente saiu e começou a dar tiros, então todos fugiram, oUma cachorrinha foi esfaqueada e morreu e o Rogério passou dois dias no hospital.Diante de tudo isso , a Abeac decidiu abrir espaço em seu canil para esse ser humano que além de necessitar de um local seguro para ele e seus animais, precisa também resgatar sua dignidade .
Temos dois caseiros que moram no canil, mas um deles está de mudança nos próximos 20 dias e vai desocupar a casa. Assim que ele sair vamos transferir o Rogério e seus cães para o nosso canil.
O Rogério vai trabalhar , ajudando na limpeza, no cuidado dos cães, na horta, manutenção do sítio, enfim, serviço não falta e é tudo que ele quer: um local onde se sinta protegido e possa fazer o que mais gosta: cuidar de animais.

A Priscila Tiyomi - priscilatiyomi@uol.com.br
mora próximo ao local onde o Rogério fica , conhece ele há mais de 01 ano e sempre procurou ajudar ele e seus animais com ração, alimentos e remédios.

A casa o Rogério já tem, mas precisamos mobiliar.
A Priscila já conseguiu 01 TV, 01 cama e mesa com 4 cadeiras.
Precisamos de roupas e sapatos (o Rogério calça 39 e tem 1,65 de altura ), roupa de cama, mesa , banho, fogão, geladeira, armário, copos, pratos, talheres, panelas...

Enfim, quem tiver qualquer coisa que não esteja usando e possa servir para o Rogério, por favor entre em contato comigo ou direto com a Priscila no e-mail
priscilatiyomi@uol.com.br , ela tem um local onde pode guardar as doações até o dia da mudança.

Abraços

Marli Scaramella
http://www.abeac.org.br/
http://abeacsp.blogspot.com/

4 comentários:

  1. Mandei um mail para a Priscila mas deu erro no endereço. Poderiam confirmar o email dela? Meu email é claupapp@gmail.com Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Acabei de mandar um email para Pricila, se ela puder entrar em contato comigo, eu agradeço. Meu email é juju.objetos@gmail.com. Já arranjei algumas coisas, gostaria de combinar a entrega.

    Junia

    ResponderExcluir
  3. Acabei de enviar um email para a Priscila
    Tenho lençóis e toalhas de banho para doação
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Lucimar Cruz Beraldo12 de agosto de 2010 14:11

    A história do Rogério pode render uma matéria na Revista do Brasil. Estamos tentando sem sucesso um contato com a Priscila. Se conseguirmos falar com ela e a matéria for publicada, será uma forma de mostrarmos às pessoas que sempre há jeito de se fazer algo de bom neste mundo, basta querer.

    Lucimar - e.mail: lucimar@fetecsp.org.br

    ResponderExcluir

Caro amigo (a),

Deixe sua mensagem ou envie um e-mail para contato@abeac.org.br

Obrigada